Cujo


Título Original: Cujo


Título Traduzido: Cão Raivoso (1982); Cujo (2016Presente)


Ano de Publicação: 1981


Páginas: 373 (Edição de 2016 – Suma de Letras)


Tradução: Michel Teixeira


Data de Publicação nos EUA: 08/09/1981


Personagens: Donna Trenton, Vic Trenton, Tad Trenton, George Bannerman


Conexões: A Zona Morta


Personagens Citados: George Bannerman, John Smith, Henrietta Dodd, Frank Dodd


Sinopse: Cujo, um simpático São Bernardo, passa os dias brincando e perseguindo pequenos animais nas redondezas do lar da família Camber, em Castle Rock. Apesar do tamanho, Cujo é inofensivo… isto é, até ser acidentalmente mordido por um morcego durante uma das explorações dele. Agora, portando o vírus da raiva, Cujo está confuso e irado. Os olhos dele se voltam para a família Trenton. Em sua cabeça, um único instinto: matar.


Adaptações: Cujo (1983)


Derivados: ———-


Disponível no Brasil pelas Editoras: Record (1982); Suma de Letras (2016)


CURIOSIDADES

– O livro é dedicado por King ao irmão, David King.

– O romance menciona as mortes das vítimas assassinadas pelo personagem Frank Dodd. Esse evento foi explorado no romance A Zona Morta. A mãe do assassino, Henrietta Dodd, também é lembrada.

– Concorreu e venceu o British Fantasy Award em 1982.

– Para batizar o São Bernardo do romance, King pegou emprestado o nome de guerra de Willie Wolfe, orquestrador do sequestro de Patty Hearst.

– Stephen King não tem muitas memórias de ter escrito Cujo. Na época, ele havia se tornado um alcoólatra. O autor, contudo, disse que gostou muito do resultado do romance, e que gostaria de ter estado sóbrio para curtir a escrita do livro.

– O xerife George Bannerman, que também faz uma aparição em A Zona Morta ajudando o vidente Johnny Smith, retorna a Castle Rock neste romance.