Tripulação de Esqueletos


Título Original: Skeleton Crew


Título Traduzido: Tripulação de Esqueletos (1987Presente)


Ano de Publicação: 1985


Páginas: 624 (Edição de 2013 – Suma de Letras)


Tradução: Louisa Ibañez


Data de Publicação nos EUA: 21/06/1985


Personagens: David Drayton, Richard Pine, Spike Milligan, Stella Flanders


Conexões: Cujo; Quatro Estações; A Torre Negra


Personagens Citados: Joe Camber; Ace Merrill, Vern Tessio


SinopseTripulação de Esqueletos é a segunda antologia de histórias curtas de Stephen King. Nela, podemos conferir 18 contos, duas noveletas e dois poemas. Confira as sinopses…

O Nevoeiro (The Mist, 1980): um misterioso nevoeiro engolfa completamente a pequena cidade de Bridgton, no Maine. Diversas pessoas ficam presas dentro de um supermercado sem entender o que está acontecendo. Porém, quando eles passam a avistar vultos de criaturas sedentas de sangue rondando pelo nevoeiro, uma batalha desesperada pela sobrevivência começa.

Aqui Há Tigres (Here There Be Tygers, 1968): no meio da aula, um menino resolve pedir à professora para ir ao banheiro. Apesar de estar muito apertado, o jovem vai ter que decidir entre o alívio de sua bexiga e a sua sobrevivência, pois no banheiro surgiu um tigre…

O Macaco (The Monkey, 1980): quando criança, Hal tornou-se dono de um perigoso macaquinho de brinquedo; toda vez que o macaco tocava seus címbalos, um ser vivo próximo a ele morria subitamente. Décadas depois, agora pai de família, Hal descobre que o brinquedo infernal voltou para se vingar.

Caim Rebelado (Caim Rose Up, 1968): neste conto, que flerta com muitos elementos do romance Fúria, King narra a história de Curt, um jovem universitário depressivo e perigoso, que resolve montar seu rifle e atirar em todos que passam pela janela de seu dormitório da faculdade.

O Atalho da Sra. Todd (Mrs. Todd’s Shortcut, 1984): a Sra. Todd é uma mulher praticamente viciada em encontrar o caminho mais curto entre dois pontos. Em Castle Rock, um homem narra ao seu amigo as desventuras da Sra. Todd, e de como ela desapareceu sem deixar vestígios quando resolveu cruzar um misterioso atalho.

A Excursão (The Jaunt, 1981): no futuro, viajar via teletransportes é algo muito comum; todavia, há uma regra que deve ser sempre respeitada você deve estar dormindo ao usar os aparelhos que possibilitam tais viagens, de outro modo, haverá graves consequências.

A Festa de Casamento (The Wedding Gig, 1980): uma banda tem uma ótima oportunidade de ganhar uns trocados tocando em uma festa de casamento. Só há um pequeno problema trata-se do casamento da irmã de um famoso mafioso. E quando uma quadrilha rival aparecer de penetra, o caos será total.

Paranoico: Um Canto (Paranoid: A Chant, 1985): um poema que surge na mente de um esquizofrênico que, gradualmente, nos leva ao interior de seu cérebro atormentado.

A Balsa (The Raft, 1982): quatro jovens resolvem curtir uma tarde em Cascade Lake para aproveitarem o frescor das águas do lago antes da chegada do inverno. Lá, eles também encontram uma balsa deixada por banhistas no verão. Tudo parece perfeito, ou até uma misteriosa mancha surgir na água e começar a seguir o grupo.

O Processador de Palavras dos Deuses (Word Processor of the Gods, 1983): Richard odeia sua vida. Ele é casado com uma mulher tirânica e tem um filho insolente; o sonho dele era ter se casado com Belinda, que preferiu Roger irmão de Richard e com quem teve Jonathan, um garoto gênio. Infelizmente, os três falecem em um acidente de carro. Porém, antes de morrer, Jonathan deixa para Richard um processador de palavras que ele inventou e que, de alguma forma, dá o poder, a quem nele escreve, de alterar o destino das pessoas.

O Homem Que Não Apertava Mãos (The Man Who Would Not Shake Hands, 1981): o misterioso clube que conhecemos na última noveleta de Quatro Estações retorna neste conto. Desta vez, os cavalheiros se reúnem para compartilhar a história de um homem que não podia apertar a mão de ninguém e da maldição que o perseguia.

Um Mundo de Praias (Beachworld, 1984): astronautas fazem um pouso forçado no deserto de um desconhecido planeta formado totalmente por areia. Os sobreviventes da queda começam a se sentir atraídos pelas dunas, e mesmo quando a equipe de resgate chegar, escapar da influência traiçoeira do planeta poderá ser uma tarefa impossível.

A Imagem do Ceifeiro (The Reaper’s Image, 1969): Spangler, um colecionador de antiguidades, tenta comprar um lendário espelho de um museu. O curador do local, Sr. Carlin, tenta alertar Spangler de que o objeto possui uma maldição perigosa e que, segundo dizem, aquele que olhar diretamente para seu reflexo, poderá ver a imagem da morte atrás de si.

Nona (Nona, 1978): um prisioneiro narra a tragédia que se formou em sua vida a partir do momento em que ele conheceu Nona, uma misteriosa mulher que o seduziu e o fez cometer terríveis crimes.

Para Owen (For Owen, 1985): o segundo poema da antologia. Aqui, Stephen escreve uma curta prosa em homenagem ao seu filho, Owen King.

Sobrevivente (Survivor Type, 1982): um cirurgião de Nova York viaja num cruzeiro de Saigon com destino a São Francisco com dois quilos de heroína na bagagem. Contudo, ocorre um naufrágio e apenas ele consegue se salvar, indo parar numa minúscula ilha. Sem qualquer esperança de resgate, o doutor percebe que a fome será sua maior inimiga. Ele decide que está disposto a comer qualquer coisa para continuar sobrevivendo.

O Caminhão do Tio Otto (Uncle Otto’s Truck, 1983): anos atrás, em Castle Rock, Otto Schenck decidiu assassinar seu amigo. Após o crime, Otto ficou convencido de que seu ex-colega havia passado a assombrar o seu caminhão. A história é contada pelo sobrinho de Otto, que também revela a maneira chocante como a narrativa acaba.

Entregas Matinais: Leiteiro nº 1 (Morning Deliveries: Milkman #1, 1985): Spike, um entregador de leite, resolve, num belo dia, deixar “brindes” letais para seus clientes nas garrafas de leite.

O Carrão – Uma História Sobre o Jogo da Lavanderia: Leiteiro nº 2 (Big Wheels – A Tale of the Laundry Game: Milkman #2, 1980): caindo de bêbados, os amigos Rocky e Leo dirigem em busca de uma mecânica para inspecionar o carro antes que atual validade do veículo vença. Completamente foras de si, os dois acabam cruzando o caminho do leiteiro Spike que, eles vêm a descobrir, possui gosto por fazer as pessoas sofrerem.

Vovó (Gramma, 1984): vovó é uma senhora de 83 anos, cega e doente, e que vive com sua filha e seus dois netos. Os meninos nunca ficaram sozinhos com a idosa, mas quando um deles quebra a perna e é levado às pressas ao hospital, o que ficou para tomar conta de vovó descobre um segredo arrepiante sobre a velha.

A Balada do Projeto Flexível (The Ballad of the Flexible Bullet, 1984): Henry, um editor de histórias de ficção de uma revista à beira da falência, descobre Reg, um autor promissor que acredita piamente que pequenos seres habitam o interior de sua máquina de escrever, trazendo-lhe sorte e inspiração para suas histórias. Enquanto se corresponde com Reg, Henry se vê cada vez mais fundo no abismo infeccioso da loucura do escritor.

O Braço do Mar (The Reach, 1981): Stella, uma viúva de 95 anos com câncer terminal, é a mulher mais velha de Goat Island e nunca, em toda a sua vida, saiu da ilha onde vive. Agora, pressentindo sua iminente morte, Stella escuta a voz do marido lhe chamando para atravessar o braço do mar.


Adaptações: Contos da Escuridão – S01E08: The Word Processor of the Gods (1984); Além da Imaginação – S01E18: Gramma (1986); Creepshow 2 (1987); O Nevoeiro (2007); Pacto Maligno (2014); O Nevoeiro (2017); A Creepshow Animated Special (2020)


Disponível no Brasil pelas Editoras: Francisco Alves (1987); Objetiva (2002); Planeta DeAgostini (2004); Ponto de Leitura (2011); Ponto de Leitura (2013); Suma de Letras (2013)


CURIOSIDADES

– A antologia é dedicada a Arthur Greene, advogado de King, e à esposa dele, Joyce.

– “Aqui Há Tigres” foi um dos primeiros contos escritos por King. Ele o compôs enquanto ainda estava no colégio. O título original “Here There Be Tygers” é uma homenagem ao conto de mesmo nome de Ray Bradbury, que trata de uma expedição espacial.

– Como muitas das inspirações de Stephen King, a ideia para “O Nevoeiro” surgiu de um evento que lhe aconteceu na vida real. Na manhã seguinte a uma terrível tempestade, King foi ao supermercado. Enquanto procurava por pães de cachorro-quente, ele continuou pensando nos trovões da noite anterior. A partir daí, não demorou muito para ele imaginar a si mesmo e aos outros clientes do supermercado presos e cercados por monstros e criaturas pré-históricas.

– Segundo King, o significado do título da noveleta “A Balada do Projétil Flexível” tem a ver com sua crença de que a insanidade é como uma bala flexível; ela vai matar seu alvo, mas o dano que causará e o tempo que ela demorará para fazê-lo seriam imprevisíveis (como a insanidade).

– A ideia dos personagens precisarem estar adormecidos para atravessarem um portal, de “A Excursão”, foi reciclada por King na noveleta “Os Langoliers”, de Depois da Meia-Noite.

– O termo “jaunting” do conto “A Excursão” é, segundo King, uma homenagem ao romance The Stars My Destination, de Alfred Bester.

– “O Braço do Mar” foi inspirado por uma história que o cunhado de King lhe contou. Segundo Tommy Spruce, havia uma senhora que morava numa ilha na costa do Maine, e que jamais havia saído de lá, contando apenas com aquilo que a comunidade local produzia. King ficou maravilhado com a ideia. Quando enviou o conto para publicação na revista Yankee, ele alterou o título da história para “Do The Dead Sing?” (Os Mortos Cantam?), mas ao lançá-lo em Tripulação de Esqueletos, o autor resolveu resgatar o título original, “The Reach”.

– Apesar de ser cronologicamente a segunda aparição do “Clube”, “O Homem Que Não Apertava Mãos” foi escrito primeiro do que “O Método Respiratório”.

– “Entregas Matinais” e “Carrão” são versões curtas de passagens de um romance que King nunca conseguiu escrever e que teria batizado de The Milkman (“O Leiteiro”).

– A noveleta “O Nevoeiro” é uma das poucas histórias de King que foi transformada em jogo. Em 1985, mesmo ano do lançamento de Tripulação de Esqueletos, a Mindscape lançou para a Apple II e DOS “The Mist”, um jogo no estilo “text-adventure”, gênero formado totalmente por textos onde o jogador deve escrever certas frases e comandos para avançar na história.

– “A Festa de Casamento” foi republicado em 1999 na antologia Master’s Choice, editada por Lawrence Block.

– De acordo com o autor, o conto “Sobrevivente” é pesado demais “até para mim mesmo”. King também explica que ficou um bom tempo com vontade de escrever uma história sobre canibalismo, mas que não tinha muita certeza de como abordaria o assunto. Foi apenas quando ele conversou com seu vizinho da época, um médico, que ele entendeu a direção que a história tomaria.

– Os personagens Ace Merrill e Vern Tessio da noveleta “O Corpo”, presente na antologia Quatro Estações, aparecem em um flashback do conto “Nona”.

– Embora não haja confirmação (especialmente por causa do hiato de 14 anos entre as duas publicações), a personagem Betsy Malenfant, de “Nona”, pode ser irmã ou parente de Ronnie Malenfant, um dos personagens da noveleta “Hearts in Atlantis”, presente na antologia de mesmo nome. Nesta história, Ronnie diz ter uma irmã.

– Em 1969, quando ainda lutava para ser reconhecido, King enviou uma versão antiga do conto “A Balsa” para a revista Adam. Na época, a história se chamava “The Float”. A aceitação do conto para publicação se deu praticamente ao mesmo tempo que a “quase prisão” de King na cidade de Orono, no Maine. O escritor foi flagrado pela polícia retirando cones de trânsito das ruas (segundo ele, um dos cones havia danificado seu carro). Sem ter como pagar a fiança, o jovem King estava prestes a ser encarcerado quando o cheque da Adam chegou para lhe salvar. King descreve o episódio como “tirar uma carta de saída livre da prisão”, em referência ao jogo Banco Imobiliário.

– De todos os textos do livro, apenas os poemas “Para Owen” e “Paranoico: Um Canto”, e o conto “Entregas Matinais” não haviam sido publicados em alguma revista ou antologia.

– “Aqui Há Trigres” e “Caim Rebelado” foram publicados primeiramente na revista Ubris.

– “O Macaco” e “A Balsa” foram publicados primeiramente na revista Gallery.

– “O Caminhão do Tio Otto” e “O Braço do Mar” saíram primeiramente na revista Yankee.

– “O Nevoeiro” foi publicado primeiramente na antologia Dark Forces; “Nona” na antologia Shadows; “O Homem Que Não Apertava Mãos” na antologia Shadows 4; “Sobrevivente” na antologia Terrors; e “O Carrão” na antologia New Terrors.

– “O Atalho da Sra. Todd” viu a luz do dia inicialmente na revista Redbook; “O Processador de Palavras dos Deuses” foi publicado primeiramente na revista Playboy; “A Excursão” na revista Twilight Zone Maganize; “A Festa de Casamento” na revista Ellery Queen’s Mystery Magazine; “Um Mundo de Praias” na revista Weird Tales; “A Imagem do Ceifeiro” na revista Startling Mystery Stories;  “Vovó” na revista Weirdbook; e A Balada do Projeto Flexível” na revista The Magazine of Fantasy & Science Fiction.


CURIOSIDADES COM SPOILERS

Contém spoilers de Cujo: Em “O Atalho da Sra. Todd”, há uma menção ao mecânico Joe Camber, assassinado por seu próprio São Bernardo, Cujo. O conto também descreve como a Sra. Todd acidentalmente atropela um animal com características bastante similares a de um zé-trapalhão, criatura conhecida no mundo de Roland Deschain.