Pesadelos e Paisagens Noturnas: Volume I


Título Original: Nightmares & Dreamscapes


Título Traduzido: Pesadelos e Paisagens Noturnas (1997Presente)


Ano de Publicação: 1993


Páginas: 416 (Edição de 2013 – Suma de Letras)


Tradução: M.H.C. Cortês


Data de Publicação nos EUA: 29/09/1993


Personagens: Jimmy Dolan, Richard Dees, Bill Hogan, Maddie Pace


Conexões: A Zona Morta; Trocas Macabras; Eclipse Total


Personagens Citados: Selena St. George


SinopsePesadelos e Paisagens Noturnas é a terceira coletânea de contos publicada por King. Ela contém, ao todo, 22 histórias de ficção, um poema e um ensaio de não-ficção sobre beisebol. Em alguns outros países, o livro acabou sendo repartido em dois volumes. No Brasil, isso acontece desde a primeira publicação da obra, em 1997. Confira a seguir a sinopse dos 12 contos do primeiro volume da antologia…

O Cadillac de Dolan (Dolan’s Cadillac, 1985): para calar uma testemunha de um de seus crimes, o mafioso Jimmy Dolan encomenda seu assassinato. Robinson, o viúvo da vítima, inicia, então, um plano engenhoso para se vingar de Dolan utilizando uma das posses mais amadas do bandido.

O Fim da Confusão Toda (The End of the Whole Mess, 1986): um rapaz extremamente inteligente descobre a solução para acabar com todas as guerras do mundo um líquido milagroso que priva o ser humano de qualquer sentimento agressivo. Porém, como muitos exemplos da medicina experimental, os efeitos colaterais logo vão aparecer…

Que Sofram as Criancinhas (Suffer the Little Children, 1972): uma professora desconfia que seus alunos podem ser criaturas de outro mundo, dispostas a dominar o planeta. Sem muitas opções, a mulher decide que não vai ficar parada diante da ameaça.

O Piloto da Noite (The Night Flier, 1988): mais de uma década após os eventos do romance A Zona Morta, o repórter sensacionalista Richard Dees percebe que está diante de um potencial furo de reportagem. O jornalista descobre uma criatura misteriosa que vem deixando um rastro de sangue por diversos aeroportos. Será que Dees conseguirá a matéria do século ou sua ambição será sua ruína?

Popsy (Popsy, 1987): o ardiloso Sheridan está devendo uma grana alta para um manda-chuva da máfia. Para conseguir pagar o que deve, o bandido passa a sequestrar criancinhas. Porém, quando ele captura um menino que repetidamente chama por seu “Popsy”, Sheridan percebe que talvez fosse melhor ter enfrentado a ira da máfia.

A Gente Se Acostuma (It Grows On You, 1973): em Castle Rock, uma casa é palco de acontecimentos estranhos. A cada incidente bizarro, o local parece crescer mais e mais, revelando a trágica e medonha história por trás do mistério.

A Dentadura Mecânica (Chattery Teeth, 1992): durante uma viagem, Bill Hogan para em uma loja de conveniência de onde acaba saindo com uma dentadura mecânica de brinquedo quebrada. Na volta para estrada, Bill dá carona a um rapaz suspeito. Quando o jovem se revela um assaltante, a única esperança de Bill será a dentadura mecânica.

Dedicatória (Dedication, 1988): uma bizarra história sobre uma camareira que, no intuito de ter um filho com o mesmo talento de um escritor que está hospedado no hotel onde ela trabalha, resolve apelar para a magia oculta, utilizando “ingredientes” nada sutis.

O Dedo Semovente (The Moving Finger, 1990): chocado pelo extraordinário, Howard mal consegue acreditar quando descobre um dedo humano crescendo incontrolavelmente pelo ralo de sua pia do banheiro. Determinado a manter o domínio no seu lar, Howard inicia uma guerra particular contra o dedo.

Par de Tênis (Sneakers, 1988): King narra as desventuras de um homem que trabalha no ramo da mixagem de música, e que acaba descobrindo um par de tênis assombrado em um dos banheiros do prédio onde trabalha.

Sabe, Eles Têm Uma Banda dos Diabos (You Know They Got a Hell of a Band, 1992): enquanto viajam, Clark e Mary se perdem nos caminhos florestais do Oregon, e acabam parando em uma cidade chamada “Paraíso do Rock ‘n Roll”. Lá, eles testemunham diversos astros falecidos do rock andando normalmente pelas ruas, mas nem tudo é o que parece, e se depender do prefeito Presley, o casal não irá a lugar algum.

Parto em Casa (Home Delivery, 1989): quando bactérias alienígenas invadem o ecossistema da terra, os mortos passam a se levantar de suas tumbas em um verdadeiro apocalipse zumbi. No meio da confusão, uma mulher nativa da ilha de Little Tall tenta desesperadamente dar à luz.


Adaptações: Monsters – S03E24: The Moving Finger (1991); A Maldição de Quicksilver (1997); Voo Noturno (1997); Nightmares & Dreamscapes (2006); Sede de Vingança (2009)


Derivados: ———-


Disponível no Brasil pelas Editoras: Objetiva (1997); Planeta DeAgostini (2004); Objetiva (2005); Ponto de Leitura (2013); Suma de Letras (2013)


CURIOSIDADES

Pesadelos e Paisagens Noturnas é dedicado à memória do poeta e romancista Thomas Williams.

– “O Fim da Confusão Toda” foi republicado em 2008 na antologia Mundos Apocalípticos: Histórias do Fim dos Tempos, disponível no Brasil pela Editora Planeta.

– Escrito em 1972, “Que Sofram as Criancinhas”, conto inspirado pelas histórias de Ray Bradbury, deveria ter sido publicado na antologia Sombras da Noite. Na ocasião, porém, o editor de King, Bill Thompson, julgou que o livro já estava demasiado lotado de histórias. King até sugeriu cortar “Massa Cinzenta” para dar lugar a este conto, mas acabou concordando com a decisão de Thompson.

– Em 1992, King enviou gratuitamente o conto “A Dentadura Mecânica” à revista Cemetary Dance. O autor admirava bastante a publicação, que, graças à “ajudinha” dele, cresceu em popularidade.

– Diferentemente da versão brasileira, a edição norte-americana jamais foi dividida em volumes.

– Tanto o título original do conto “Sabe, Eles Têm Uma Banda dos Diabos”, quanto o nome da cidade fictícia na história, “Paraíso do Rock ‘n Roll”, foram retirados por King da música “Rock and Roll Heaven”, uma canção gravada primeiramente pelo grupo Climax, em 1973, e, no ano seguinte, pelos The Righteous Brothers.

– Segundo King, “Sabe, Eles Têm Uma Banda dos Diabos” foi inspirado pela alta taxa de mortalidade dos grandes nomes do Rock, com muitos deles morrendo jovens demais.

– Em dado momento de “Parto em Casa”, a personagem Selena St. George, filha de Dolores Claiborne (ambas do romance Eclipse Total), é mencionada.

– Apesar de ter sido escrito quase 20 anos antes, o conto “A Gente Se Acostuma” serve, segundo o próprio autor, de epílogo para o romance Trocas Macabras, de 1991.

– Apenas dois dos contos dividiram uma mesma publicação prévia. “Dedicatória” e “Par de Tênis” foram publicados pela primeira vez na antologia Night Visions 5, de 1988.

– “Que Sofram as Criancinhas” foi publicado originalmente na revista Cavalier; “O Cadillac de Dolan” na revista “Castle Rock”; “O Fim da Confusão Toda” na Omni; a revista Marshroots foi onde o conto “A Gente Se Acostuma” saiu primeiro; já “A Dentadura Mecânica” foi publicada originalmente na “Cemetery Dance”; por fim, “O Dedo Semovente” foi publicado na The Magazine of Fantasy & Science Fiction.

– “O Piloto da Noite” foi primeiramente publicado na antologia Prime Evil, enquanto “Popsy” surgiu na antologia Masques II. A antologia Shock Rock foi o lar original do conto “Sabe, Eles Têm Uma Banda dos Diabos”, enquanto “Parto em Casa” foi lançado primeiro na antologia Book of the Dead, que reuniu diversos contos que homenageavam o mestre das histórias de zumbis, George Romero.


CURIOSIDADES COM SPOILERS

– Nas notas do livro, King sugere a possibilidade de as monstruosidades vampirescas dos contos “O Piloto da Noite” e “Popsy” serem a mesma criatura.

– O conto “O Cadillac de Dolan” possui semelhanças com o conto “O Barril de Amontillado”, de Edgar Allan Poe. Uma das frases da história de King (“Pelo amor de Deus, Robinson!) é, inclusive, uma homenagem à versão de Poe (“Pelo amor de Deus, Montresor!”).