Escuridão Total Sem Estrelas


Título Original: Full Dark, No Stars


Título Traduzido: Escuridão Total Sem Estrelas (2015Presente)


Ano de Publicação: 2010


Páginas: 392 (Edição de 2015 – Suma de Letras)


Tradução: Viviane Diniz


Data de Publicação nos EUA: 09/11/2010


Personagens: Wilfred James, Tessa Jean, Dave Streeter, Darcy Anderson


Conexões: ———-


Personagens Citados: ———-


SinopseEscuridão Total Sem Estrelas é a quarta coletânea de noveletas publicada por King. Ela contém quatro histórias primariamente focadas no drama e no suspense. Confira a seguir as sinopses das noveletas…

1922 (1922, 2010): o casamento entre Wilfred e Arlette vai de mal a pior, mas nada tem irritado o fazendeiro mais do que a decisão da esposa de vender a parte dela das terras onde vivem. Enquanto Arlette quer viver na cidade grande, Wilfred quer manter sua fazenda. Para tanto, ele arquiteta um plano diabólico com consequências que o assombrarão para sempre.

Gigante do Volante (Big Driver, 2010): Tess, uma autora de livros detetivescos, está na estrada voltando de um evento literário quando é atacada, espancada e estuprada por um homem gigantesco. Traumatizada para sempre, mas determinada a dar o troco, Tess decide usar o que aprendeu enquanto escrevia seus livros para localizar o homem que a violentou e se vingar dele.

Extensão Justa (Fair Extension, 2010): no caminho para sua casa, em Derry, Dave Streeter é abordado por um vendedor que lhe promete uma vida de muita sorte. Dave se interessa, especialmente por estar com câncer de pulmão terminal, e pergunta ao homem qual é o preço da proposta. O vendedor explica que Dave só precisa transferir sua má sorte para uma pessoa que ele realmente odeia.

Um Bom Casamento (A Good Marriage, 2010): Darcy está casada com Bob há 27 anos. Os dois compartilham um casamento perfeito e elogiado por todos os seus vizinhos. Contudo, até na mais sincera das relações é inevitável que haja segredos, e quando Darcy descobrir o mistério mais sombrio de Bob, não será apenas o seu casamento que estará em risco.


Adaptações: Um Casal Perfeito (2014); Impulso de Vingança (2014); 1922 (2017)


Derivados: ———-


Disponível no Brasil pelas Editoras: Suma de Letras (2015)


CURIOSIDADES

– O livro é dedicado por King à Tabitha.

– Na edição norte-americana em brochura do livro, lançada em 2011, foi adicionado um novo conto: “Indisposta”, que em 2015 seria incluído na antologia O Bazar dos Sonhos Ruins.

– Segundo King, o principal tema compartilhado entre as quatro histórias do livro é vingança.

– A noveleta “1922” se passa em Hemingford Home, lar de Mãe Abagail, personagem de A Dança da Morte. A cidade também é mencionada em Sombras da Noite como sendo vizinha de Gatlin, onde acontece a ação de “As Crianças do Milharal”.

– Derry, cidade-palco de It: A Coisa e Insônia, é mencionada em “Extensão Justa”.

– Darcy e Bob Anderson, da noveleta “Um Bom Casamento”, celebram 27 anos de casados. Curiosamente, este é o mesmo número de anos que costumam separar as aparições do palhaço Pennywise, de It: A Coisa.

– A antologia venceu o Bram Stoker Award em 2010, na categoria Melhor Coletânea.


CURIOSIDADES COM SPOILERS

– De acordo com o autor, o assassino “BD” foi inspirado no serial killer da vida real Dennis Rader, conhecido como “BTK” (acrônimo para Bind, Torture, Kill/Prenda, Torture, Mate). Entre 1974 e 1991, Rader raptou, torturou e matou dez pessoas nas cidades de Wichita e Park City, ambas no Kansas. Ele costumava enviar cartas provocando a polícia vaidade que finalmente resultou em sua prisão em 2005. Ele atualmente cumpre a pena de dez prisões perpétuas consecutivas na El Dorado Correctional Facility, também no Kansas. Assim como Bob Anderson, Rader costumava ser um exemplo em sua comunidade. King explicou que a inspiração para criar a história surgiu pela repercussão negativa que a esposa do assassino, Paula Rader, sofreu. Apesar de ter sido casada com Rader por 34 anos, Paula afirma que nunca teve conhecimento dos crimes do ex-marido.

– Em setembro de 2014, quando a adaptação cinematográfica de “Um Bom Casamento” estava para ser lançada, a filha de Rader, Kerri Rawson, quebrou o silêncio e criticou King publicamente por “explorar” sua família e a tragédia das vítimas de seu pai.