Misery


Adaptação de: Misery: Louca Obsessão (1987)


Título Original: Misery


Ano de Produção: 1992


Duração: ———-


Data de Estreia: 17/12/1992


Elenco: Sharon Gless, Bill Paterson


Direção: Simon Moore


Sinopse: Paul Sheldon acorda em um mundo de dor quando se descobre preso a uma cama após sofrer um terrível acidente de carro nas proximidades das montanhas de neve do Colorado. Paul foi resgatado pela enfermeira Annie Wilkes, que mora numa fazenda isolada a quilômetros da civilização. Annie lhe dá boas-vindas garantindo ser a fã número um de Paul, que é autor de uma famosa série de romances “água com açúcar” de época, cuja protagonista se chama Misery Chastain. A princípio, aliviado por ser resgatado, Paul logo entenderá que escapou da panela para cair no fogo quando Annie começar a exibir sinais de que é mentalmente instável. A coisa só vai piorar quando a mulher descobrir que no mais novo livro de Misery, Paul mata sua protagonista…


CURIOSIDADES

– Foi o roteiro de Simon Moore que a versão brasileira da peça utilizou como base para ser montada.

– A peça estreou no dia 17 de dezembro de 1992, no Criterion Theater, em Londres.

– “Misery” é a história de Stephen King que mais foi adaptada para o teatro, começando em 1992 até os dias atuais. Confira a seguir a lista de apresentações da peça ao redor do mundo.

1993-1994: Suécia (no elenco, Lena-Pia Bernhardsson e Tommie Barte)

1998: Espanha (no elenco, Amparo Moreno e Sergi Mateu)

1999: Espanha (no elenco, Beatriz Carvajal, Ramón Langa)

1999: Argentina (no elenco, Alicia Bruzzo e Rodolfo Bebán)

2000: Dinamarca (no elenco, Kirsten Olesen e Kurt Ravn)

2000: Somersville, Estados Unidos (no elenco, Catherine LeClair e Robert Libbey)

2001: Alexandria, Estados Unidos (no elenco, Katherine Shaw e Bill Brock)

2001: Port Jefferson, Estados Unidos (no elenco, Sheila Sheffield e Ed Kassar)

2001: Estocolmo, Suécia (no elenco, Gabriella Repic e Thomas Olofsson)

2002: Estados Unidos (representado pelo grupo Premiere Performing Arts & Artists)

2003: Antwerp, Bélgica (representado pelo grupo Bats)

2003: Iowa, Estados Unidos (no elenco, Mary Theresa Green e Jamie Lewis)

2004: Cincinnati, Estados Unidos (representado pelo grupo Ovation Theatre Company)

2005: São Paulo, Brasil (no elenco, Marisa Orth e Luís Gustavo)

2005: Londres, Inglaterra (no elenco, Susana Penhaligon e Michael Praed)

2011: México (no elenco, Itatí Cantoral e Demián Alcázar)

2012: Pensilvânia, Estados Unidos (no elenco, Johanna Day e Daniel Gerroll)

2012: Dubai, Emirados Árabes (representado pelo grupo Popular Productions)

2015: Broadway, Estados Unidos (no elenco, Bruce Willis e Laurie Metcalf)

2017: Denver, Estados Unidos (no elenco, Emma Messenger e Rick Yaconis)

2018: Vancouver, Canadá (no elenco, Lucia Frangione e Andrew McNee)

2019: Bordeaux, França (no elenco, Laura Luna e David Mia-Jover)

2020: Genebra, Suíça (no elenco, Rebecca Bonvin e Gaspard Boech)

2020: Bruxelas, Bélgica (no elenco, Cathy Grosjean e David Leclercq)

2021: Genebra, Suíça (no elenco, Rebecca Bonvin e Gaspard Boech); em virtude da pandemia do Covid-19, estas apresentações ocorreram via streaming.

– Itatí Cantoral, que interpretou Annie na versão mexicana de 2011, é conhecida pelo público brasileiro por participar da novela “Maria do Bairro”, onde deu vida à vilã Soraya Montenegro.

– A versão estrelada pelo ator Bruce Willis (da franquia “Duro de Matar”) e Laurie Metcalf (de “Pânico 2”), foi a única versão norte-americana a chegar à Broadway.