Rose Red: A Casa Adormecida


Adaptação do Livro: ———-


Adaptação do Conto: ———-


Título Original: Rose Red


Ano de Produção: 2002


Duração: 254 minutos


Episódios: 03


Data de Estreia nos EUA: 27/01/2002


Data de Estreia no Brasil: ———-


Elenco: Nancy Travis, Melanie Lynskey, Emily Deschanel, Julian Sands, Kimberly J. Brown


Direção: Craig R. Baxley


Sinopse: No coração de Seattle está Rose Red, uma mansão construída em 1907 e abandonada poucos anos depois. Como toda casa mal-assombrada que se preze, Rose Red está cercada de lendas passadas de geração em geração pelo povo da região. A professora de parapsicologica Joyce Reardon decide descobrir a verdade por trás do mito. Contrariando o ceticismo de seu chefe, ela reúne uma equipe de seis paranormais, cada um com uma habilidade extrassensorial. A Dra. Joyce pretende usar os talentos dos integrantes do seu grupo para despertar os mistérios da mansão; mas tais mistérios não serão as únicas coisas despertadas.


Disponível no Brasil em: VHS, DVD, Streaming (Darkflix)


EPISÓDIOS

01- Parte I (Part I): Joyce Reardon, uma talentosa, porém excêntrica parapsicóloga, contrata um grupo de seis paranormais, incluindo uma adolescente autista com poderes telecinéticos, na intenção de despertar os mistérios de Rose Red, uma mansão com quase 100 anos de idade e fama de mal-assombrada. O grupo, que se mostra tão excêntrico quanto a professora, logo percebe que os mistérios de Rose Red não são a única coisa que eles conseguiram despertar.

02- Parte II (Part II): A equipe de paranormais faz um tour pela mansão. Joyce e Steven chegam à conclusão de que a casa contém diversas ilusões de óptica, bem como um quarto às avessas e uma biblioteca com um chão espelhado. Enquanto os membros do grupo começam a se separar para explorar Rose Red, alguns deles desaparecem.

03- Parte III (Part III): Os horrores de Rose Red começam a clamar as vidas dos membros do grupo liderado por Joyce. Após Annie ficar inconsciente, as janelas e portas da mansão misteriosamente se abrem novamente. Emery acredita que a chave para escaparem de Rose Red é matar a garota. Na conclusão do experimento fadado ao terror, os paranormais formulam um plano para vencerem Rose Red, mas nem todos conseguirão escapar.


CURIOSIDADES

– A minissérie é levemente baseada na lenda da Mansão Winchester, que foi construída na Califórnia entre 1884 e 1922, e tem fama de ser mal-assombrada.

– Para promover a minissérie, a produção criou um pseudodocumentário de 22 minutos intitulado “Unlocking Rose Red: The Diary of Ellen Rimbauer”, com entrevistas com “especialistas na mansão Rose Red” interpretados por atores.

– No ano seguinte ao lançamento da minissérie, o diretor Craig R. Baxley dirigiu uma prequência intitulada “O Diário de Ellen Rimbauer”.

– Na época das gravações, o ator David Dukes faleceu de um ataque do coração enquanto jogava tênis. Ele estava marcado para voltar aos sets e continuar suas cenas no dia seguinte à sua morte.

– A minissérie tem algumas referências ao romance Carrie, a Estranha; algumas delas são a chuva de rochas e a personagem Annie, que é uma garota com o poder da telecinesia.

– “Rose Red” também possui semelhanças com o romance O Iluminado. Ambas as histórias lidam com um grande prédio assombrado, cuja origem tenebrosa explica o surgimento de suas assombrações.

– O coordenador de dublês Craig Baxley Jr. (filho do diretor Craig R. Baxley) tomou o lugar de David Dukes, após a morte repentina do ator, nas cenas em que ele retornaria como um zumbi. A maquiagem ajudou a disfarçar sua aparência distinta.

– De acordo com Stephen King, Steven Spielberg queria fazer uma parceria com o escritor e produzir um filme sobre uma casa mal-assombrada. Spielberg pediu para que King escrevesse a história. Contudo, quando King ficou livre para começar, Spielberg já estava envolvido em outros projetos. A ideia de King acabou se transformando em uma minissérie para o canal ABC sem o envolvimento do diretor. Houve rumores de que King e Spielberg haviam, de fato, começado a trabalhar no filme, mas diferenças criativas romperam a parceria dos dois. Enquanto King queria uma história focada no suspense psicológico, Spielberg queria mais ação. O diretor acabou produzindo o filme “A Casa Amaldiçoada” (1999), que foi considerado um verdadeiro fracasso de bilheteria, e King seguiu em frente para lançar “Rose Red”, três anos depois.

– O chão de vidro em um dos quartos de Rose Red é uma referência a um conto “The Glass Floor”. Este foi o primeiro conto de King publicado profissionalmente. A publicação ocorreu em 1967, na revista Startling Mystery Stories.

– O ator Matt Ross precisou ganhar peso para interpretar Emery; ele também teve de usar uma roupa com enchimento para deixá-lo mais obeso.

– Stephen King faz uma ponta na minissérie interpretando o entregador de pizza no segundo episódio.

– O braço que sai do refrigerador de Emery pertence a Aidan Kennedy, um dos assistentes de produção.

– No fim do segundo episódio, quando Joyce está andando no salão de dança, é possível notar que a figura da atriz mudou em comparação às cenas passadas; isto porque Nancy Travis estava grávida na época das filmagens.

– Os atores Jimmi Simpson (Kevin) e Melanie Lynskey (Rachel) se conheceram e se apaixonaram durante as gravações de “Rose Red”. Eles se casaram em 2007, mas acabaram se divorciando em 2012.

– A intenção de Stephen King era fazer de Rose Red a “Moby Dick das mansões mal-assombradas”.

– A cantiga de ninar “I’m a Little Teapot” também é usada em “A Tempestade do Século” (1999).

– Apesar de as filmagens só terem durado quatro meses, a pós-produção levou seis meses para ser concluída.


TRAILER