The Stand



Título Original: The Stand


Título Traduzido: ———-


Páginas: +/- 30


Tradução: ———-


Arcos: 06


Edições: 31


Personagens: Stu Redman, Frannie Goldsmith, Abagail Freemantle, Randall Flagg


Editora: Marvel


Núcleo Artístico: Stephen King (direção executiva), Roberto Aguirre-Sacasa (roteiro), Mike Perkins (ilustrações), Laura Martin (cores)


Sinopse: Após um vírus letal escapar de um laboratório norte-americano e deixar o planeta à beira da extinção, os poucos sobreviventes passam a ter sonhos estranhos. Uns sonham com uma benévola idosa chamada Mãe Abagail, que os convoca para o Colorado, onde deverão se reerguer como civilização; já outros, sonham com um estranho homem vestido de jeans, que faz promessas sedutoras de um futuro maravilhoso em troca de lealdade incondicional. Um lado, contudo, não poderá existir enquanto o outro sobreviver.


Disponível no Brasil pelas Editoras: ———-


ARCOS


I: CAPTAIN TRIPS


II: AMERICAN NIGHTMARES


III: SOUL SURVIVORS


IV: HARDCASES


V: NO MAN’S LAND


VI: THE NIGHT HAS COME


CURIOSIDADES

– Esta adaptação é baseada na versão sem cortes do romance, lançada em 1990.

– A aparência do vilão Flagg é bastante inspirada no ator Jamey Sheridan, que interpretou o personagem na minissérie de 1994.


CURIOSIDADES COM SPOILERS

– Na antepenúltima edição da série, quando Ralph e Larry estão prestes a ser executados por Flagg em frente a uma multidão, um personagem se destaca ao protestar contra o que está acontecendo. O personagem, que se chama Richard Bachman, possui a aparência de Stephen King. Infelizmente, por confrontar Flagg, Bachman é assassinado pelo feiticeiro.

– Na penúltima edição, enquanto tentam voltar para Boulder, Stu e Tom encontram um Plymouth vermelho e branco abandonado na estrada. Stu pondera que o dono do veículo contraiu o Capitão Viajante, enlouqueceu e saiu andando pelo deserto. Eles também encontra a chave do veículo, cujo chaveiro porta as iniciais “A.C.”; referências ao carro Christine e ao seu dono, Arnie Cunningham.

– Na última edição, Frannie menciona a Stu que gostaria de retornar ao Maine algum dia, e morar em alguma das cidades do oeste, como Castle Rock.