A Torre Negra


Título Original: The Dark Tower


Título Traduzido: A Torre Negra


Páginas: +/- 30


Tradução: Eduardo Tanaka/FL


Arcos: 05 e 01 One-Shot


Edições: 30


Personagens: Roland Deschain, Alain Johns, Cuthbert Allgood, Marten Broadcloak


Editora: Marvel


Núcleo Artístico: Stephen King (direção executiva), Robin Furth e Peter David (roteiro e adaptação), Jae Lee e Richard Isanove (arte)


Sinopse: Muito antes do Pistoleiro perseguir o Homem de Preto pelo deserto, ele deu seus primeiros passos em Gilead, sua terra natal, para se tornar o salvador de todos os mundos. Roland Deschain ainda é um jovem voluntarioso e possui um ka-tet diferente daquele que sua jornada derradeira revelaria; os perigos, porém, são igualmente mortais. O mago Marten Broadcloak e o Rei Rubro tramam a queda de Gilead e de todos aqueles que amam Roland, pois eles sabem que o futuro Pistoleiro é a única coisa entre eles e a destruição da Torre Negra.


Disponível no Brasil pelas Editoras: Panini (20082013); Suma de Letras (20102013)


ARCOS


I: NASCE O PISTOLEIRO


II: O LONGO CAMINHO PARA CASA


III: TRAIÇÃO


ONE-SHOT: O FEITICEIRO


IV: A QUEDA DE GILEAD


V: A BATALHA DA COLINA DE JERICÓ


CURIOSIDADES

– Originalmente publicadas pela Marvel entre 2007 e 2010, as HQs tiveram seus direitos comprados pela editora Gallery 13, que relançou a série em 2018 rebatizando-a para “The Dark Tower: Beginnings” (“A Torre Negra: Começos”), em referência ao fato de que a história se passa durante a juventude de Roland Deschain.

– O único arco a tentar seguir a obra de Stephen King com fidelidade é “Nasce o Pistoleiro”, baseado nos flashbacks vistos em A Torre Negra – Volume IV: Mago e Vidro. Todos os outros arcos da HQ são criações relativamente novas, que buscam expandir pequenas referências e menções de seus eventos contidos nos oito livros de King. A Batalha da Colina de Jericó, por exemplo, é mencionada brevemente nos livros cinco (Lobos de Calla) e sete (A Torre Negra).

– A segunda edição da HQ conta com uma carta aberta de Stephen King em que ele fala aos seus leitores sobre a expectativa de ver A Torre Negra adaptada em quadrinhos. Ainda no texto, o autor fala sobre sua ideia para uma história em quadrinhos que trataria de um homem que volta no tempo para evitar o assassinato do presidente John F. Kennedy. A ideia mais tarde evoluiria para o romance Novembro de 63.

– Ainda na carta aberta, King avalia que A Incendiária seria uma escolha perfeita para ser adaptada no formato de HQ.