Conta Comigo


Adaptação do Livro: ———-


Adaptação da Noveleta: O Corpo (The Body, 1982)


Título Original: Stand By Me


Ano de Produção: 1986


Duração: 89 minutos


Data de Estreia nos EUA: 22/08/1986


Data de Estreia no Brasil: 19/12/1986


Elenco: Wil Wheaton, Kiefer Sutherland, River Phoenix, Corey Feldman, Jerry O’Connell


Direção: Rob Reiner


Sinopse: Em Castle Rock, quatro inseparáveis amigos ficam sabendo que um menino residente foi atropelado por um trem e seu corpo lançado na floresta. Querendo quebrar a rotina, e mais precisamente escapar das pressões de suas vidas, os quatro se lançam numa jornada em busca do corpo. A aventura não apenas mostrará, mas também intensificará, os valores de suas amizades, seus medos, desejos e esperanças.


Disponível no Brasil em: VHS, DVD, Blu-Ray, Streaming (Darkflix), VOD (Google Play, YouTube, iTunes)


CURIOSIDADES

– Corey Feldman e o diretor Rob Reiner testaram trinta diferentes tipos de risadas antes de decidir qual seria a ideal para Teddy Duchamp.

– O avô de Wil Wheaton estrelou o seriado “Wagon Train” (1957). A avó do garoto pediu à produção que o seriado fosse incluído em algum diálogo, e foi.

– A atriz na capa da revista sobre filmes vintage é Elizabeth McGovern, namorada do diretor Rob Reiner na época.

– Ao filmar a cena em que Ace pega o boné dos Yankees de Gordie, o primeiro instinto de Kiefer Sutherland foi de pôr o boné em vez de passá-lo para Eyeball Chambers. Reiner pediu a Sutherland para não pôr o boné. O diretor queria que parecesse que Ace estava pegando o objeto só para ser cruel com Gordie, e não porque o queria. Tanto Sutherland quanto Wil Wheaton confirmaram que a razão de Gordie nunca mais recuperar o boné é porque Ace o jogou fora assim que se viu livre do menino.

– Enquanto treinava suas falas, Jerry O’Connell ficou impressionado com o tanto que lhe era permitido xingar.

– Para manter o clima do personagem mesmo fora de cena, Kiefer Sutherland pegava no pé de Wil Wheaton, River Phoenix, Corey Feldman e Jerry O’Connell.

– Em certo momento do filme, os quatro meninos cantam “I ran all the way home”. Este era o tema musical do seriado “All the Way Home” (1981), estrelado por Frances Lee McCain, a atriz que interpreta a mãe de Gordie.

– Primeiro filme de Jerry O’Connell.

– Adrian Lyne seria o diretor da adaptação, mas ele foi forçado a passá-la a Rob Reiner quando “9½ Semanas de Amor” (1986) ultrapassou o cronograma de produção estipulado.

– Enquanto filmavam a cena em que Gordie e Vern correm do trem, Wil Wheaton e Jerry O’Connell não conseguiam parecer assustados o suficiente; frustrado, Rob Reiner berrou com eles até que começaram a chorar, o que os deixou emotivos o bastante para gravarem a cena com perfeição.

– De acordo com Wil Wheaton, a cena em que Vern não consegue se lembrar do “sinal secreto” do clubinho foi bolado pelos próprios atores-mirins no dia da filmagem. A ideia era mostrar como Vern era bobo.

– Todos os quatro meninos participaram de clipes musicais. Wil Wheaton e River Phoenix apareceram no clipe da canção “Stand By Me”, de Ben E. King; Corey Feldman apareceu no clipe da música “Goonies ‘R’ Good Enough”, de Cyndi Lauper (feita para o filme “Os Goonies”); e Jerry O’Connell apareceu no clipe de “Heartbreaker”, de Mariah Carey.

– No filme, há um personagem chamado Milo Pressman, assim como no seriado “24 Horas” (2001) estrelado por Kiefer Sutherland. Em “24 Horas”, tal personagem é interpretado por Eric Balfour, que coestrelaria o seriado “Haven” alguns anos depois.

– Um ano após a estreia do filme, o diretor Rob Reiner criou uma produtora batizada de “Castle Rock Entertainment”, em homenagem à cidade fictícia criada por King. A empresa viria a produzir diversas adaptações baseadas na literatura do escritor, incluindo “Trocas Macabras” (1993), “Um Sonho de Liberdade” (1994) e “Eclipse Total” (1995).

– Teddy é o único dos quatro meninos que muda de roupa ao longo do filme; os outros três vestem as mesmas roupas do começo ao fim.

– River Phoenix fez testes para o papel de Gordie Lachance, mas Rob Reiner pensou que ele ficaria melhor no papel de Chris Chambers.

– Na cena em que Chris Chambers desabafa com Gordie e começa a chorar, o diretor Rob Reiner decidiu inspirar River Phoenix. Reiner pediu para que Phoenix atuasse pensando numa ocasião em que algum adulto o havia decepcionado e partido seu coração. Bravo e às lágrimas, o menino teve de ser confortado pelo diretor após as gravações. O resultado do “exercício” entre Reiner e Phoenix é a tomada que consta no filme.

– O filme recebeu uma indicação ao Oscar (Melhor Roteiro Adaptado), mas perdeu para “Uma Janela para o Amor” (1986).

– No jogo “Pokémon Red/Blue/Yellow” para GameBoy, ao fazer seu personagem examinar a televisão da sala de sua casa, ele dirá que está passando um filme na TV no qual “quatro garotos estão caminhando sobre trilhos de trem”.


TRAILER